Musical Cable


Uma breve história da Musical Cable

Michael Caspersen é um Engenheiro Eletrônico e Físico Nuclear Dinamarquês que tem dedicado toda sua vida ao áudio e a musica. Nascido em 1952 já aos 14 anos de idade formou-se em piano clássico, aos 20 anos já tocava violino profissionalmente como musico de estúdio Musical Cable enquanto estudava engenharia eletrônica, formado Engenheiro Eletrônico mudou-se para França onde trabalhou no departamento de pesquisa e desenvolvimento de condutores e semi-condutores do Instituto Aeroespacial Frances. Durante os oito anos que residiu e trabalhou na França fez também faculdade de Física Nuclear porque sentia necessidade de entender a fundo a atividade dos elétrons dentro de um condutor, como o Engenheiro Michael além de musico já era audiófilo, fazia pesquisas e experiências com cabos de interligação e de caixas acústicas em uma época que ninguém se preocupava com isso e em que todos ligavam suas caixas acústicas com fio paralelo comum.

Em 1984 voltou a morar na Dinamarca, nessa época já tinha desenvolvido uma liga muito especial para seus cabos de interligação e de caixas, esta liga era composta de 60% de Prata e 40% de cobre OFC com seis noves de pureza, a fundição dessa liga era feita na Alemanha utilizando um processo de altíssima pressão que diminui o espaço entre moléculas permitindo o maior fluxo de elétrons, Mr. Michael equipou vários estúdios de gravação audiófilos com esses cabos que começaram a se tornar uma lenda entre músicos e engenheiros de som.

Em 1990 começou a adicionar 1% de ouro em sua liga reduzindo a quantidade de cobre para 39% e mantendo os 60% restantes de Prata, o resultado final foi tão bom que em 1995 a quantidade de ouro na liga já havia sido elevada para 2% e o cobre reduzido para 38%, nesse momento Michael percebeu que aumentos significativos no percentual de Ouro não faziam mais diferenças evidentes em desempenho e elevavam consideravelmente os custos. Muitos estúdios de gravação audiófilos trocaram seus cabos por estes da nova geração.

Em 2001 depois de muito pesquisar e experimentar, Mr. Caspersen alterou novamente a liga de seus cabos e o processo de fundição, desde 2001 os cabos são fundidos em um sistema de alta pressão, dentro de um fortíssimo campo magnético para alinhar as moléculas e com a inclusão de ultra-som porque a vibração durante a fundição promove um "melhor encaixe" delas entre sí, além disso, foram acrescentados 2% de Palladium metal de transição cujo produtor é a Rússia, desta forma a liga final e atual dos cabos de Mr. Caspersen é: 60% de Prata, 36% de Cobre (na liga atual com "nove noves" de pureza), 2% de Ouro e 2% de Palladium. Esta é a mesma liga utilizada nos Estúdios Próprius, Prophone, JVC - XRCD, Tuca (Dinamarca), entre outros.

Os Musical Cable são feitos exclusivamente para a Audio Shop e são exatamente os mesmos cabos fabricados para estúdios por Mr. Caspersen, só que com um acabamento único e diferenciado. Toda a qualidade, tecnologia e desempenho dos melhores estúdios de gravação audiófilos do mundo podem agora ser incorporados ao seu equipamento High-End usando os Musical Cable.

   

Especificações técnicas importantes do Musical Cable:

Todos os cabos são totalmente fabricados na Dinamarca, artesanalmente, com uma liga especial composta de 60% de Prata, 36% de Cobre OFC (Nove noves de pureza), 2% de Ouro e 2% de Palladium;

Conectores utilizados: RCA, Bananas e Spades são WBT (Alemães) e os Balanceados (XLR) são Neutrik (Suiços) com pinos banhados em ouro;

Resistência por metro: 0,003 Ohms/Metro;

Distorção de 0 à 50 KHz: 0,0008%;

Freqüência de Resposta: 0 à 48 MHz;

Condutores: AgCuAuPd;

Isolantes: Compostos exclusivos à base de Teflon, Peek e Kapton;

   
 
RCA e XLR Limited Edition
RCA e XLR Limited EditionOs Musical Cable RCA e XLR Limited Edition foram desenvolvidos com uma missão quase impossível:

Superar os Musical Cable RCA e XLR já existentes. Mr. Michael Caspersen colocou todo o seu conhecimento e experiência de mais de 25 anos no desenvolvimento de cabos para estúdios de gravação para aprimorar o que todos já consideravam perfeito - e conseguiu.

Os Limited Edition não tiram de linha os Musical Cable já existentes e nem poderiam porque os Limited são extremamente artesanais e só podem ser feitos em pouquíssima quantidade com processos extremamente controlados em cada estágio de sua produção.

A liga desses novos cabos, além de conter o dobro do metal precioso, também exige processo de microfundição tão sofisticado que do mundo todo, só uma empresa alemã centenária na área de metais preciosos para alta tecnologia consegue produzi-los e em quantidades muito pequenas.

Descrever o som desses cabos é uma tarefa difícil, preferimos repetir o que audiófilos experientes e possuidores de equipamentos de referência dizem ao ouvi-los: eles descrevem a sensação como os cabos "não cabos".

Dizem que os Limited não têm nenhuma característica, que eles soam como a música e que sua neutralidade é tão absurda que faz a música reproduzida soar como se fosse ao vivo em tempo real.
Reference Edition
Reference EditionUsando a mesma liga dos Limited Edition XLR
e RCA os cabos de caixas Reference Edition têm quase 4 vezes mais metal precioso em relação aos Musical Cable de caixas tradicionais. Isso porque, além da nova liga, os cabos de caixas Reference Edition também têm diâmetro maior. Medições feitas na Dinamarca e na Alemanha constataram que esses novos cabos de caixa são um "casamento" muito melhor com os transistores de saída dos amplificadores por não introduzir os "efeitos retardo e reflexão" tão comuns mesmo em caríssimos cabos de referência de outros famosos fabricantes. Mr. Michael sugere a todos ouvir os Reference Edition e tem certeza que todos perceberão que estes cabos estão em um patamar que os outros fabricantes só vão atingir daqui a 5 anos.
 Cabos de Força

Cabo de Força

 Cabos Digitais RCA e AES/EBU

Cabos Digitais RCA e AES / EBU
 Cabos de interconexão RCA e Balanceados

Cabos de interconexão RCA e Balanceados
 Cabos para Caixas Acústicas

Cabos para Caixas Acústicas

voltar